quinta-feira, 8 de novembro de 2012

O PESO DA NAÇÃO :  DESAFIOS.



Para quem ainda não assistiu ao episódio final desta série premiadíssima da HBO, deixo aqui o link para a página da Vivência Saudável com os quatro filmes que compõe este trabalho elogiado que aborda os males que a epidemia de Obesidade vem causando nos Estados Unidos.





http://www.vivenciasaudavel.com/#!videos/c1sg5

quinta-feira, 1 de novembro de 2012


Dicas para a prática de exercícios físicos




DICA NÚMERO 1: INTENSIDADE

Isso se refere ao seu nível de esforço durante o exercício. Mesmo que algumas pessoas ainda achem que se um exercício não seja doloroso ele não está fazendo nenhum bem, a teoria “sem dor, não há ganho” (no pain, no gain) não se aplica ao processo de queima de gordura.
Se você se exercitar em um nível de intensidade muito alto, seu corpo irá usar açúcar como fonte primária de energia. Para queimar gordura, você deve se exercitar a um nível moderado e confortável. Para se beneficiar ao máximo do exercício, focalize em duração e não em dificuldade.

A maneira mais comum de identificar se você está no nível de intensidade correto é checar seus batimentos cardíacos (pulsação) durante o exercício, já que o ritmo dos seus batimentos cardíacos são diretamente relacionados ao nível de intensidade com que você está se exercitando.

Você pode checar sua pulsação palpando a parte de dentro de seu pulso ou palpando seu pescoço. Simplesmente conte sua pulsação por 6 segundos e adicione um 0 a este número para achar seus batimentos por minuto – assim você não precisa parar de se exercitar durante um minuto inteiro.

Tente checar sua pulsação várias vezes durante o exercício para assegurar que você está na intensidade correta (diminua a velocidade ou até pare se precisar). Para identificar seu “batimento cardíaco alvo”, subtraia sua idade de 220 para determinar seu batimento cardíaco máximo. Depois pegue 65% deste número para determinar seu batimento cardíaco alvo mais baixo, e 80% para determinar seu batimento cardíaco alvo mais alto. Por exemplo, se você tem 30 anos de idade:

Cálculo da freqüência cardíaca ideal para emagrecer

220 – 30 = 190 (batimento cardíaco máximo)

190 x 0,65 = 124 (batimento cardíaco alvo mais baixo)

190 x 0,80 = 152 (batimento cardíaco alvo mais alto)

A maneira mais fácil e confiável de saber como estão seus batimentos cardíacos durante o exercício aeróbico é comprando um aparelho que monitore seus batimentos cardíacos.
O aparelho que monitora os batimentos cardíacos é eletrônico e tem um formato parecido com o de uma fita. Ele é usado em volta do peito, e através de um relógio especial (que vem junto com o aparelho) você vai monitorando seus batimentos.

DICA NÚMERO 2: DURAÇÃO IDEAL DO EXERCÍCIO

Isto se refere a quanto tempo você faz o exercício. Vinte minutos é geralmente considerado o mínimo para se obter os benefícios da queima de gordura e aumentar o crescimento das enzimas de queima de gordura em seus músculos.

Se você está começando, comece com 20 minutos e tente aumentar gradualmente. Não se preocupe com a distância percorrida durante o exercício; o tempo que você se exercita é o que importa, e não a distância.

Ao contrário do que muitos acreditam, fazer exercícios durante 1 hora ao invés de 30 minutos não irá te trazer o dobro de benefícios. Sessões longas fazem com que o corpo questione a severidade da seção de treinamento e, infelizmente, aumenta as chances da “quebra dos músculos”, um horror para quem está querendo perder gordura.

Trinta minutos é o suficiente para aumentar o metabolismo do corpo e começar o processo de usar mais gordura como fonte de energia.

DICA NÚMERO 3: FREQÜÊNCIA DOS EXERCÍCIOS

Isto se refere ao período de intervalo entre suas seções de exercício. Tente se exercitar no mínimo 3 vezes por semana com não mais que 2 dias de descanso entre as seções de exercício (assim você não perde condicionamento).

A freqüência ideal é se exercitar de 5 a 6 vezes por semana. Tire um dia da semana para descansar. Desta forma você descansa corpo e mente durante um dia, mantém a motivação em alta e diminui o risco de contusões.

Não tenha “medo” de descansar um ou alguns dias achando que com isso você irá estar “quebrando o ciclo do programa” ou engordando. Mesmo os atletas mais preparados precisam de um dia de descanso de vez em quando.

DICA NÚMERO 4: HORÁRIO CERTO PARA EXERCITAR-SE !

Essa dúvida é muito comum em academias. Mas antes de respondê-la, é melhor definir qual é seu objetivo e em seguida entendermos alguns conceitos acerca da fisiologia.

É muito importante diferenciar exercícios aeróbicos de exercícios anaeróbicos. Exercícios aeróbicos são aqueles onde você mantém seus batimentos cardíacos elevados (70-80% do máx.) e constantes. Dentre eles estão correr, pedalar e nadar.

Exercícios que envolvem movimentos rápidos e intensos seguidos de descanso (mesmo que sejam extenuantes) são considerados exercícios anaeróbicos. Quando você vai a uma academia fazer musculação, você está indo fazer um exercício anaeróbico. Ao fazer abdominais ou flexões, você também está trabalhando seus músculos desta forma.

Quando você acorda, a quantidade de carboidratos no seu corpo é bastante baixa já que sua última refeição foi na noite do dia anterior. Como esta reserva de carboidrato é muito baixa ao acordar, esta é a melhor hora para praticar uma atividade aeróbica caso seu objetivo seja emagrecer. Nesse horário, nosso organismo usa uma porcentagem maior de gordura como energia.

Se você fizer uma atividade aeróbica logo após fazer uma refeição rica em carboidratos, seu corpo irá usar estes recém ingeridos carboidratos como fonte de energia, e não a gordura que você quer tanto queimar.

Já com os exercícios anaeróbicos ( hipertrofia ) você não deve fazê-los sem se alimentar. O objetivo destes é aumentar sua massa muscular para aumentar seu metabolismo. Você precisa de energia para fazê-los e por isso deve se alimentar antes.

Se você faz um exercício anaeróbico sem se alimentar, você prejudica sua performance e pode obter um resultado contrário ao que deseja. Ao invés de aumentar sua massa muscular, você poderá perder massa já que o organismo usará proteínas do próprio músculo para gerar energia.

Se você quer se exercitar 2 vezes ao dia (uma seção de aeróbico e uma seção de anaeróbico em horas diferentes), o melhor a fazer é se alimentar, depois fazer um exercício anaeróbico e só depois fazer um exercício aeróbico.

É importante ressaltar que se você tem o hábito de fazer um exercício aeróbico pela manhã e logo depois fazer um exercício anaeróbico, você não deve deixar de fazer o café da manhã. Fazer o exercício aeróbico depois do exercício anaeróbico é melhor já que você usa os carboidratos que ingeriu no café da manhã durante a seção do exercício anaeróbico e, quando começar a seção aeróbica, o seu corpo já não terá muitos carboidratos e irá queimar mais gordura.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012



BENEFÍCIOS DA BERINGELA NO EMAGRECIMENTO (E UMA RECEITA VEGETARIANA : BERINGELA ASSADA)




A berinjela é um alimento versátil. Não foi à toa que tornou-se um dos principais ingredientes da culinária brasileira. Gostosa, tem papel fundamental na manutenção da saúde  e ainda por cima infuencia na perda de peso.

Associada ao emagrecimento os benefícios da beringela são conhecidos com excelentes resultados em dietas de emagrecimento, em reduzir o mau colesterol, além de que tem propriedades benéficas no combate ao reumatismo, artrite e problemas digestivos.
Muito rica em vitaminas, cálcio, proteínas e ferro, a beringela é composta por nutrientes muito importantes para o funcionamento do organismo. E o mais importante de tudo, a beringela tem uma quantidade muito pequena de calorias e uma quantidade razoável de fibras, ajudando muito quem está de dieta.

ÁGUA DE BERINGELA E SUCO DA BERINGELA

São duas formas distintas quer podem ser utilizadas. A chamada “água da Beringela” que atua como um diurético e um bloqueador de gordura. O que é exatamente a água da berinjela? A água é apenas o subproduto de ebulição da berinjela. Vamos pensar no processo como um jogo de opostos. A maior parte das vezes, fervem-se os vegetais e deita-se a água fora. Neste caso remove o vegetal e poupa a água, que deve ser tomadas várias vezes ao dia.

Outro método que ajuda a emagrecer efetivamente é tomar o suco de berinjela logo pela manhã, em jejum e repetir duas vezes ao longo do dia, uma ao almoço e outra ao jantar. O suco sem açúcar deve assim ser tomado três vezes ao dia, de 30 a 40 minutos antes de cada refeição.

PREPARO DO SUCO DA BERINGELA

Escolha uma beringela. Não lhe retire a casca. Lave-a e pique em bocados pequeninos. Coloque-a no liquidificador com um pouco de água. Não deixe que fique muito batida. Escoe o líquido que obteve. Tome de manhã, 30 minutos antes do café da manhã em jejum. Repita antes do almoço e do jantar.

Como funciona?

A qualidade fibrosa da beringela permitir-lhe-á deste modo ter a sensação de estar satisfeita, de saciedade dar fome, reduzindo assim o seu apetite para a refeição que se aproxima. Além de excelente para a perda de peso, também é aconselhada para combater os níveis altos de colesterol no sangue.

BERINGELA ASSADA


1 berinjela média
2 colheres de sopa de óleo
3 colheres de sopa de cebola picada
2 colheres de sopa de pimentão picado
2 colheres de sopa de salsa picada
1 colher de sopa de molho de soja
3 colheres de sopa de farinha de trigo
3 ou 4 tomates em rodelas
Fatias de pão com margarina
3 colheres de sopa de queijo ralado
Sal a gosto
1 dente de alho picado

PREPARO

Descasque e corte a berinjela e cozinhe-a em água e sal. Escorra a água e ponha à parte. Frite a cebola e o alho no óleo, junte o pimentão, a salsa, o molho de soja e sal, e cozinhe um pouquinho. Acrescente a farinha, mexendo bem, e junte uma xícara do líquido e a berinjela. Forre uma assadeira grande com as fatias de pão e despeje sobre elas a mistura. Cubra com as fatias de tomate e salpique queijo ralado sobre tudo. Asse e sirva quente.

Este blog é patrocinado por Vivência Saudável
Você já conhece a Nova Dieta das Cápsulas Naturais ?
Veja em www.vivenciasaudavel.com




quarta-feira, 24 de outubro de 2012


Conhecendo a Subitramina



Entenda como a sibutramina age no corpo humano

A Subitramina é um medicamento prescrito  para emagrecer que age sobre o cérebro e dá sensação de saciedade. Poré existem riscos cardiovasculares que a medicina ainda não sabe explicar por que  cresce.

Com a proibição de três medicamentos – anfepramona, femproporex e mazindol – pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a sibutramina é hoje a única droga usada para emagrecer que atua sobre o sistema nervoso. Além dela, só há mais um remédio disponível para esse fim, o orlistate – cujo nome de mercado é Xenical – que age sobre a absorção de gordura no intestino.

Mesmo com a posição contrária de eminentes endocrinologistas como  a Anvisa manteve venda, mas restringiu o  uso de emagrecedor polêmico

Contudo, o que a sibutramina faz no cérebro não é exatamente inibir o apetite, como é o caso dos remédios que foram proibidos. Na verdade, ela estimula a saciedade.  Na prática, o paciente fica satisfeito com menos comida,  conforme resultado da  pesquisa  “Scout”, a maior já feita sobre o remédio, que acompanhou pouco menos de 10 mil pacientes durante um período médio de 3 anos e 5 meses.

Os especialistas explicaram que a sibutramina age sobre dois neuro transmissores: a serotonina e a noradrenalina. Esses neurotransmissores funcionam entre os neurônios, levando informações de um para o outro. Nesse processo, geram a sensação de saciedade.
Normalmente, isso ocorre num curto período de tempo, e eles retornam para dentro das células – o que é chamado de recaptação. O que a sibutramina faz é retardar essa recaptação, ou seja, a serotonina e a noradrenalina ficam por mais tempo fazendo a ligação entre os neurônios e deixam o indivíduo saciado.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais  que ocorrem costumam ser  boca seca, taquicardia e insônia.
A pesquisa “Scout” registrou ainda que, entre pessoas que já têm alto risco de doenças cardiovasculares – como enfarte e derrame –, esse risco aumenta. No entanto, ainda não há explicação de como isso acontece no corpo humano.

Este blog é patrocinado por
www.vivenciasaudavel.com

Quer ganhar dinheiro em suas horas vagas ? 



Conheça o Programa de Bonificação de Afiliados da Vivência Saudável.

Chegando o final de mês, orçamento apertado. Nessas horas é que seria bom entrar uma grana extra para aliviar as contas. Vou deixar aqui a dica do Programa de Bonificação de Afiliados. É uma maneira da empresa conseguir mais divulgação para os seus produtos através dos divulgadores, em redes sociais e listas de contato de email.  A cada venda fechada a Vivência Saudável destina 10 % do valor bruto para quem indicou ao cliente o site da Vivência Saudável. E como saber isso ? Simples , cada divulgador recebe um código pessoal para que o mesmo envie aos seus contatos juntamente com os emails promocionais da Vivência Saudável. O mesmo código pode ser enviado nos comentários e compartilhamentos do Facebook e no Twitter. Assim, em cada venda, é verificado o código e feita a acumulação de reais para depósito em conta, quando se atinge a marca de 10 vendas efetuadas.  Mas atenção, para fazer parte do Programa é necessário uma contribuição ao Fundo Social da Vivência Saudável para obras sociais, de doze reais, uma única contribuição. Com isso, além de se ajudar com a renda extra, ajudar a alavancar mais vendas para a empresa, você ainda estará ajudando outras pessoas.





Conheça os detalhes do Programa no link abaixo :

PROGRAMA DE BONIFICACAO DE AFILIADOS

sábado, 20 de outubro de 2012


Dicas para uma Terceira Idade Saudável




Antigamente se dizia que a velhice era o momento do resguardo, como se  pessoas mais velhas tivessem que ficar em casa, tomando chá envolta em cobertores.  Realmente esse pensamento é coisa do passado e bota passado nisso !

Nada como uma vivência saudável  nessa fase da vida para desmistificar esse conceito da Velhice.  Hoje a Terceira idade é um período de novos desafios, de estimular a criatividade  e mais que nunca, de manter uma mente sã em um corpo são.

Segundo estudos da Geriatria, as doenças geriátricas decorrem 50% do estilo de vida das pessoas, 30% da herança genética e 20% do ambiente no qual elas vivem. Assim pode-se notar a importância do estilo de vida no prolongamento da atividade produtiva e criativa. Desse modo a alimentação requer especial atenção, para tal reduzindo alimentos com gordura, e aumentando o consumo de proteínas animais através do consumo de leite, não esquecendo de aumentar também o consumo de folhas verdes.  O controle do sal e do açúcar também deve estar presente. 

A Dieta do Mediterrâneo é uma das mais indicadas para utilização na Terceira Idade, por ser composta em grande parte pelo consumo de  azeite de oliva, suco de uva ou um cálice de vinho tinto, peixe de água fria (sardinha, truta, salmão, atum), castanhas em geral (de caju, do Pará ou amêndoas), frutas, verduras e hortaliças.

O chá verde também tem sido recomendado por ser anti-oxidante.  Nesta fase da vida deve-se aproveitar com vontade as coisas boas, mas sem exagero. Exercícios Físicos moderados devem ter acompanhamento de fisioterapeutas e não se deve esquecer da ida periódica ao Médico.

Nesse estágio da Vida, nada como manter a auto-estima em alta conta.  Brinque mais, ria mais, a Vida merece você.
(Do blog Emagrecer com Saúde é Fácil da nossa colaboradora Débora Delpine)

domingo, 14 de outubro de 2012


OS BENEFÍCIOS DO AGRIÃO



O agrião é um dos produtos mais eficientes para manter a beleza natural e redobrar a energia. O vegetal possui elementos que auxiliam no combate ao câncer e agem na melhora do funcionamento do fígado,  previnindo a perda da memória.

Altamente benéfico, o agrião aumenta a imunidade. O agrião é rico em vitamina C, que ajuda na regeneração das células epiteliais (revujenescimento da pele) e melhora o funcionamento do fígado. Também é fonte de fenetil de isocianato, elemento químico com o qual se combate as células cancerígenas. O agrião contém ainda iodo essencial para o bom funcionamento da tireóide, e vitamina B6, que previne a perda da memória. É digestivo, pois estimula a vesícula a liberar a bile, que atua no processamento das gorduras.

O agrião combate o ácido úrico, a tuberculose, o raquitismo, a formação de pedras nos rins, as cistites e ainda os efeitos tóxicos da nicotina. Como um dos produtos mais ricos da natureza, o agrião é digestivo, faz bem ao fígado, é diurético e bom para os diabéticos.

DUAS RECEITAS PARA O CONSUMO DO AGRIÃO

CREME DE AGRIÃO (PARA ACOMPANHAMENTO)

Ingredientes
1 maço de agrião com os talos
1 copo de leite
1 colher de sopa de amido de milho
1 pitada de sal

Modo de preparo

Lave e cozinhe o agrião em água abundante durante 25 minutos. Bata no processador ou no liquidificador e obtenha um creme bruto e de coloração verde escuro.
Refogue uma cebola picada bem miudinha com azeite e adicione o creme.
Cozinhe durante 10 minutos e desligue.  Dilua o copo de leite com o amido de milho e misture no creme deixando cozinhar durante mais dez minutos.
Corrija o sal e sirva.
Se preferir um creme mais puxado para o branco adicione mais um pouco de leite e de amido de milho. (Receita de Maurício B.)

AGRIÃO REFOGADO

Ingredientes
1 colher (sopa) de manteiga
1 mão cheia de galhos e folhas de agrião, fazer um monte
alto na palma da mão
Pimenta-malagueta
Sal

Modo de Preparo

Retirar a quantidade necessária para uma pessoa do maço de agrião, lavar e sacuda para soltar o excesso de água. Aquecer a manteiga com a pimenta-malagueta em uma frigideira bem grande. Assim que ela começar a ferver, acrescentar o agrião. Envolver o agrião com a manteiga e quando as folhas começarem a murchar, temperar com sal e retirar do fogo.

Este blog é patrocinado por vivenciasaudavel.com